Avanti Marketing

blog

Comunicação Empática e seus benefícios para o Atendimento ao Cliente

Ao desenvolver comunicação empática, a sua equipe pode melhorar significativamente a experiência dos seus clientes, o que contribui para construir uma imagem mais positiva da empresa e aumentar a fidelização.
Comunicação Empática e seus benefícios para o Atendimento ao Cliente

A comunicação é uma das habilidades mais importantes para a nossa vida pessoal e profissional. Saber se comunicar de forma clara, objetiva e respeitosa é fundamental para construir relações interpessoais saudáveis e produtivas. Mas nem sempre a comunicação é tão simples quanto parece e muitas vezes podemos enfrentar desafios que dificultam a nossa capacidade de nos conectarmos com as outras pessoas. É aí que entra a comunicação empática.

Se comunicar empaticamente consiste em compreender os sentimentos e perspectivas do outro, se colocando no lugar dele e buscando uma conexão mais profunda e significativa. Essa habilidade é muito importante para a nossa vida pessoal, mas também é extremamente valiosa para o atendimento ao cliente.

Imagine que você está em uma situação em que precisa resolver um problema ou tirar uma dúvida com uma empresa. Agora, imagine que o atendente que está do outro lado da linha se mostra impaciente, apressado e pouco disposto a ajudar. Qual seria a sua reação? Provavelmente, você se sentiria frustrado, desvalorizado e pouco satisfeito com o atendimento recebido, não é mesmo

Por outro lado, se o atendente se mostra compreensivo, atencioso e empenhado em ajudar, a sua experiência como cliente seria muito mais positiva e satisfatória. É exatamente isso que a comunicação empática proporciona: a possibilidade de se conectar com o cliente de forma mais autêntica e efetiva, gerando uma experiência mais agradável e produtiva.

Leia também: Entenda a relação entre saúde mental no trabalho e fidelização de consumidores

Comunicação empática na prática

Para entender melhor como a comunicação empática funciona, a Harvard Business Review dividiu o conceito em três fases, no seu artigo ‘O que é empatia?’. De acordo com a publicação, a empatia pode ser dividida em:

  • Empatia cognitiva: habilidade de compreender a perspectiva da outra pessoa.
  • Emocional: a capacidade de sentir o que a outra pessoa sente
  • Preocupação empática: possibilidade de sentir o que a outra pessoa precisa de você

Nesse sentido, as pessoas empáticas tendem a aplicar cada uma das fases elencadas em momentos específicos, identificando qual é a função de cada uma delas na situação. Em se tratando de atendimento ao cliente, por sua vez, é perfeitamente possível imaginar o encaixe das três fases.

Diversas pesquisas em comunicação e marketing, inclusive, têm demonstrado o papel da comunicação empática para o sucesso de muitas empresas. Um exemplo é o levantamento feito pela Zendesk, que mostrou que mais de 30% das pessoas ouvidas na pesquisa consideram que ter um agente de suporte amigável é um dos fatores responsáveis por uma boa experiência de atendimento.

Outro estudo com o mesmo objetivo, feito pela PwC, apontou que 36% dos brasileiros pagariam mais por um atendimento mais acolhedor. A mesma pesquisa destacou ainda que 60% dos brasileiros apontaram “atendimento hostil” como razão para se afastarem de uma marca.

Como desenvolver uma comunicação empática

Você já compreendeu a importância da comunicação empática, mas deve estar se perguntando: como desenvolver a comunicação empática no atendimento ao cliente? O primeiro passo, e um dos mais importantes, é entender que a empatia não é uma habilidade natural, mas sim uma habilidade que pode ser desenvolvida e aprimorada com a prática.

Para se comunicar de forma empática, é preciso estar atento a alguns princípios básicos:

  • Prestar atenção ativamente: escute com atenção e demonstre interesse pelo que o cliente tem a dizer, sem interromper ou julgar.
  • Valide os sentimentos do interlocutor: reconheça a frustração, a raiva ou a tristeza do cliente e demonstre que você entende e se importa com o que ele está sentindo.
  • Expressar empatia e compreensão: mostre ao cliente que você está do lado dele, que entende as suas dificuldades e que está disposto a ajudar no que for possível.
  • Buscar uma resolução conjunta: trabalhe em conjunto com o cliente para encontrar uma solução que atenda às suas necessidades e expectativas.

 

Ao seguir esses princípios, é possível desenvolver uma comunicação mais empática e efetiva, proporcionando uma experiência mais satisfatória e produtiva para o cliente.

Benefícios de praticar uma comunicação empática

Os benefícios da comunicação empática não se limitam apenas ao atendimento ao cliente, mas também se estendem a todos os aspectos da vida pessoal e profissional. Ao desenvolver essa habilidade, é possível estabelecer relacionamentos mais significativos e saudáveis, resolver conflitos de forma mais pacífica e produtiva, e aumentar a empatia e a compreensão em todas as interações humanas.

Já no caso de uma comunicação empática no contexto do seu negócio, os benefícios são inúmeros, especialmente na relação com os seus clientes:

  • Aumento da satisfação do cliente: quando o cliente se sente compreendido e valorizado, ele tende a ficar mais satisfeito com o atendimento recebido.
  • Melhora da imagem da empresa: uma comunicação empática pode ajudar a construir uma imagem mais positiva da empresa, transmitindo confiança, respeito e cuidado com o cliente.
  • Fidelização do cliente: quando o cliente se sente bem atendido, ele tende a se tornar mais fiel à empresa, recomendando seus produtos e serviços para outras pessoas.
  • Redução de conflitos: uma comunicação empática pode ajudar a evitar conflitos e a resolver problemas de forma mais rápida e efetiva.

 

Em resumo, a comunicação empática é uma habilidade valiosa para o atendimento ao cliente, permitindo uma conexão mais profunda e autêntica. Ao desenvolver essa habilidade, a sua equipe pode melhorar significativamente a experiência dos seus clientes, o que contribui para construir uma imagem mais positiva da empresa e aumentar a fidelização.

Por isso, é fundamental investir em treinamentos e capacitações que estimulem a prática da comunicação empática no atendimento ao cliente. Essa é uma forma de valorizar a experiência de cada um e demonstrar que a empresa se preocupa com a sua satisfação e bem-estar.

Com uma comunicação mais empática e efetiva, a sua empresa pode construir relações mais sólidas e duradouras com seus clientes, gerando resultados positivos a longo prazo.

Leia também:

plugins premium WordPress